segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Quem São os Sirianos e Nossas Relações com Eles

 
 
Canal: Lori Tostado
 
Os espíritos sirianos vêm em muitas formas, principalmente como golfinhos e baleias (cetáceos), que são os seres sentientes mais completamente conscientes neste planeta.
 
A razão para isto é que como cetáceos, os seres não experimentam uma dura separação e sentimentos de isolamento da Mãe Terra e da Natureza, como os humanos tendem a sentir.
 
Os Cetáceos são verdadeiramente os guardiães da Terra.
 
Os humanos teriam que compartilhar esta missão de cuidar da Terra e de toda a vida nela existente, mas a maioria dos humanos tem estado “adormecidos” há muito tempo e estão destruindo rapidamente a si mesmos, bem como a Terra e a Natureza.
 
Os Sirianos, junto com muitos outros, estão aqui para nos ajudar a mudar isto.
 
Uma outra maneira pela qual os Sirianos aparecem na forma física na Terra é como “sementes estelares” humanas, aqueles que passaram a maior parte de suas vidas em um corpo Siriano, mas escolheram encarnar como um humano da Terra para um propósito específico, ou através de nascimento ou como entrantes.
 
Há também os que vem como emissários, que escolheram passar a maior parte de suas vidas neste ciclo, como humanos terrestre, e a maioria deles estão ou estiveram no processo de serem “despertados” por seus guias de Sirius em outras dimensões. Estes guias estão trabalhando com os Corpos de Luz dos seres físicos, bem como com seus corpos físicos, mentais e emocionais, para prepará-los para vir para a consciência total.
 
Nossas relações com os Sirianos
 
Aproximadamente há dois milhões de anos, os Sirianos começaram a adicionar algo de seu próprio DNA ao material genético de Homo sapiens. Eles ajudaram a criar os corpos que temos agora; então, geneticamente, somos quase idênticos a eles.
 
As principais diferenças é que os Sirianos tendem a ser mais altos que nós, com cérebros maiores e mais desenvolvidos e que eles vivem muito mais tempo. Na verdade, o cérebro Siriano tem um outro lobo acima do frontal, muito semelhante ao que as baleias e os golfinhos tem. Isso lhes permite ter visão estereoscópica: eles podem ver dentro de um objeto bem como do lado externo e do lado oposto em terceira dimensão.
 
Também, os Sirianos, assim como os cetáceos, tem enormes capacidades telepáticas e psíquicas. A comunicação telepática é concentrada através do quarto chakra, o cardíaco, mais do que com o quinto e o sexto chakras.
 
Isto faz com que a comunicação seja muito mais amorosa que apenas palavras ou pensamentos. Os Sirianos também ajudaram geneticamente a cocriar as formas golfinho/baleia, e esta é uma razão pela qual muitos espíritos Sirianos são tão atraídos aos que estão encarnados na Terra como Cetáceos. Eles amam tornarem-se alegremente suas co-criações.
 
Os Sirianos que estão em sua forma etérica ou em sua forma nativa estão agora trabalhando com muitos de nós, não somente na ativação e abertura de nossos cinco chakras interplanetários mais elevados e em partes do nosso cérebro que estiveram dormentes, mas eles estão também trabalhando na nossa estrutura genética.
 
O DNA humano irá voltar, de sua atual estrutura em dupla-hélice à sua estrutura original de 12 hélices.
 
Para aqueles que são adultos, o nosso DNA em nossos corpos não irá mudar muito. Mas para aqueles de nós que tem ou terão crianças pequenas em um futuro próximo, os Sirianos estão trabalhando com muitos de nós para mudar o DNA dos óvulos e espermatozóides.
 
Isto então dará a certeza de que as crianças nascerão com o seu DNA totalmente de 12 hélices e na verdade já tem a estrutura em seus corpos físicos para que sejam totalmente conscientes. Portanto, essas crianças não terão que ser “retro-alimentadas” como nós adultos.
 
Os Sirianos são membros de uma grande federação galáctica e algum tempo antes a nossa assim chamada “história registrada”; a Terra costumava também ser parte da Federação.
 
Existem histórias diferentes que diferem de fonte para fonte a respeito do que aconteceu e fez com que os humanos, ou partissem ou fossem deixados para fora da Federação, após uma espécie de desastre de manipulação genética.
 
Mas agora, a Terra está entrando numa grande mudança e parece que todos querem estar aqui para ver o que acontece, alguns como participantes, como os Sirianos, e alguns como observadores.
 
Após a Ascensão, a Terra novamente será um membro ativo da Federação Galáctica.
 
A Ascensão e os Sirianos
 
Este processo de Ascensão pode e será manifestado de muitas maneiras diferentes, e depende de todos nós coletivamente, decidir como e quando ocorrerá. Criar a Ascensão começa com cada um de nós, no interior.
 
Os guias Sirianos que eu conheço, dizem que a coisa mais importante para fazer é irmos dentro de nossos corações e estarmos abertos para Amar Incondicionalmente.
 
Os Sirianos estão trabalhando conosco, primeiro como seres individuais e depois estão nos dando sugestões do que está acontecendo, enquanto encontramos outros e formamos juntos pequenos grupos que se interconectam uns aos outros, e então começamos a compartilhar nossas experiências.
 
Mais tarde, isto levará a uma compreensão mais conscienciosa do que o propósito deles/nosso está na transformação do planeta Terra enquanto ele se encaminha para a Ascensão.
 
A Ascensão será como uma chave, abrindo e ancorando o Corpo de Luz com os corpos físico, emocional e mental, permitindo que eles se integrem e assim deem a cada indivíduo acesso muito maior a dimensões mais elevadas e experimentem a Unicidade com outros.
 
Imaginem isso! Nunca mais alguém sentirá solidão! Realmente não haverá “outro”, porque todos realizaram sua conexão com o Todo. É claro, a ocorrência de todas estas coisas ainda seria a escolha de cada um. Eu sei que eu vou escolher.
 
Não sei o que ocorrerá realmente no futuro, mas eu visualizo uma grande mudança de paradigma e um renascimento para a Terra e seus companheiros simbióticos que vivem aqui fisicamente e em outras dimensões.
 
Nós estamos todos aqui para experienciar esta fantástica jornada e há muitos de outros reinos, dimensões, universos e sistemas estelares que estão aqui para nos ajudar.
 
Os Sirianos são alguns destes seres. Eles trabalham com alguns de nós na terceira dimensão de maneiras sutis que nós não podemos ver facilmente com nossos meros cinco sentidos, e em dimensões superiores de maneiras mais diretas, que ainda não podemos perceber a menos que tenhamos acessos a essas dimensões.
 
Bom, geralmente não temos acesso no estado consciente. Então frequentemente eles trabalham conosco em nossos sonhos, quando nossas consciências não estão sendo tão afetadas pelos filtros da nossa personalidade e nosso ego, que fazem com que nossos mundos pareçam com pequenas “caixas”, onde tudo tem que caber ou não é real.
 
Os Sirianos tem assoprado em minha pequena “caixa” por um longo tempo e eles estão começando a ter sucesso, porque eu finalmente estou começando a ter contato consciente, mas sutil, com eles. E eles não poderiam fazer nada disso sem a minha permissão, e eu sei que isto é verdade.
 
Eles estão me ajudando para que eu possa “despertar” e tornar-me TOTALMENTE CONSCIENTE. Eles estão fazendo isto com muitas pessoas nesta época.
 
Eu acredito que o trabalho real da minha vida é elevar minha consciência espiritual e ajudar outros que querem fazer o mesmo.
 
Eu creio que é o que os Sirianos querem – que nós elevemos nossa consciência espiritual, coletivamente, de maneira que a Terra possa retornar à sua glória anterior, e reunir-se à Federação Galáctica.
 
Eu sinto que eu mesma ainda tenho algumas coisas para fazer para conseguir o meu objetivo. Aqui está um pequeno poema que meu guia Siriano, Aruna, me deu recentemente e é a respeito de quem somos:
 
“Você é um belo Navio conduzido nos Mares infinitos do Tempo, Espaço e Luz.
Você é esta grande Liberdade colhida numa teia de Limitação.
 
Mas olhe ao redor de você, ao quadro mais amplo, e você verá
que essa teia é bem pequena e você é tão Vasto!
 
Entretanto, concentrado em uma pequena embarcação.
 
Somos todos parte do Grande Tudo Que É.
 
Vamos nos dar as mãos e fazer a nossa jornada de volta para casa JUNTOS.
 
Pegue minha mão, Caro Amigo!
 
Com amor em nossos Corações nós encontramos a Luz.“
 


sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Norah do Alto Conselho de Sírius

 
 
Transmitido por Sijah Sirius, do Coletivo dos Filhos da Lei do Um
05/09/2014
 
Queridos Filhos do Um, queridos Filhos da FONTE, eu sou NORAH, do Alto Conselho de Sírius.
 
Recebam todo o Amor, toda a Paz e a Comunhão entre vocês, aqui na Terra, e nós.
 
Reencontramo-nos, mutuamente, porque somos parte da mesma origem, da mesma Família Estelar, das mesmas raízes.
 
Os diferentes Concílios de Luz, de diferentes Sistemas Estelares estão presentes, acompanhando a Terra, a Humanidade, nessa Reversão, acompanhando, de perto, os Reencontros entre vocês e com a sua própria Essência.
 
Hoje, a partir do Sistema Estelar de Sírius, venho acompanhar com vocês esses momentos de Paz, de calma, de aceitação, de Redenção, em definitivo, como lhes falou a Mãe Divina.
 
...Assim, acolhamos, juntos, um banho na Luz de Sírius...
 
Os Seres de Luz que vocês são, o Espírito de Fogo que vocês são não têm mais qualquer lugar para esconder-se.
 
E, de fato, vocês acharão cada vez mais difícil não expressar a sua Verdade Final, a sua Verdade que lhes permite permanecer em sua Alienação, em seu Centro.
 
Essa Verdade que entra em erupção dentro de si e se reencontra com irmãos e irmãs que sustentam o mesmo Fogo, a mesma Verdade, que Unifica e torna-se palpável, que manifesta a Ascensão pelo reencontro dos Corações e das Chamas ardentes.
 
É por isso que nós nos alegramos de poder participar nessa Reconexão, tal como vocês se alegram, cada vez mais vendo claramente as resoluções e, atualizando as últimas dúvidas e as últimas sombras que os impediam, em toda facilidade, em toda clareza, de ser o que vocês São, de toda a Eternidade, ou seja, o Amor, a Paz que irradia a cada instante.
 
Abram seus Corações, abram os seus Corações, porque estamos acompanhando vocês, sustentando-os, a cada passo que dão para a Verdade, para a Transparência.
 
Sustentando-os no Face a Face, na Retidão, preservando a Integridade do Pilar de Luz que vocês São.
 
Vocês são, portanto, chamados, Sementes de Estrelas, a permitir-se ser, totalmente, o que vocês São, no silêncio, a permitir-se, totalmente, ser o que vocês São, com os seus irmãos, porque não é o momento de manter qualquer controle, manter, ainda, as projeções.
 
Vocês sabem que todo o potencial está, e esteve, durante toda essa experiência, guardado dentro de si.
 
Agora é o momento em que se ativam essas bombas relógio, podemos dizer.
 
Assim como vocês celebram, celebremos juntos, porque o que agora se manifesta nada tem a ver com o que vocês puderam experimentar durante esses últimos anos.
 
As diferentes etapas que se tem vivido, a partir das Núpcias Celestes, foram nos aproximando, através de diversas etapas que variaram em intensidade para que, progressivamente, pudéssemos entrar, penetrar seu Coração.
 
Agora, isso se manifesta nessa dimensão, com a Espiritualização dessa carne da Terra.
 
Agora se manifesta com o reencontro de seus irmãos, queridos na profundidade do Espírito, mais proximamente ou na distância, nessa experiência aqui na Terra.
 
Agora é, portanto, o momento de aquecer e preparar o terreno, essa carne, para que o Espírito de Fogo que vocês São, através da comunhão entre vocês e com a nossa presença, abra, definitivamente, a Porta ao Céu em vocês e nessa Terra.
 
Nesse momento de Reversão coletiva, no qual todos os Arcanjos e todas as Radiações chegam a partir do Sol Central, entram em plena manifestação, tomam, totalmente, essa carne, tanto a sua como a da Terra, e dão, de novo, a Luz, a Vida, o Verbo e a Liberdade de vibrar na Unidade, na Integridade.
 
...Um banho na Paz, na doçura que chega a partir de Sírius...
 
Eu sou NORAH, do Alto Conselho de Sírius, nós estamos, a cada momento, em vocês, ao seu lado, nessa saída do teatro, nesse fim de obra em que nos encontraremos, e na qual já nos encontramos, Unidos e reunidos com a família de Espírito, na família do Coração do Um.
 
Recebam uma calorosa saudação de seus irmãos felinos, de seus irmãos golfinhos e de todos os representantes e consciências presentes no Alto Conselho de Sírius.
 
Assim manifestamos, a partir do Coração Cristalino da Terra ao Coração Cristalino de Sírius, manifestando a Unidade, manifestando a Merkabah que une a Jerusalém Celeste, a Luz de Vida que é, desde sempre, a sua Residência.
 
Nós estamos, a cada instante, em vocês.
 
Recebam todo o Amor e toda a Paz a partir da Água Cristalina de Sírius.
 
Diferentes Concílios de Luz passarão esses dias, antes da chegada do dia 22 e desse final de mês.
 
AISHALEM
 
Que a Paz permaneça em nossos Corações, que o Fogo de Paz estabeleça-se.
 
(versão eletrônica do catalão, adaptada).
Tradução: Célia G.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Marina Silva (Presidência)

Maria Osmarina Marina da Silva Vaz de Lima
 

Marina Silva é entrevistada no Jornal da Globo 02/09/2014
 



Roda Viva | Marina Silva | 21/10/2013






Eleições 2010: Jornal da Globo entrevista a candidata Marina Silva (1/2)




 Eleições 2010: Jornal da Globo entrevista a candidata Marina Silva (2/2)

 

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

O Fluxo do Recebimento em sua Vida

 
 
Mensagem da Terra Canalizada por Pamela Kribbe – Dez/2013
 
Queridos homens e mulheres,
 
Sou a Terra, que agora fala a cada um de vocês:
 
Eu o saúdo de coração, um coração que pulsa dentro de você. Eu fluo através do seu corpo, estou com você e quero sustentá-lo e dar-lhe o que você precisa. Você está conectado comigo através do seu corpo e dentro dele. E eu estou sempre lhe enviando sinais como convites. Ouça-me – estou falando com você através do seu corpo. Dedique um instante agora para descansar e relaxar, para que possa sentir a minha presença em você.
 
Sua consciência é Luz; você pode imaginá-la como uma espécie de haste de Luz, que pode ser focalizada de várias maneiras para permitir que a Luz se irradie. Sua consciência é uma concentração de percepções, neutras em si mesmas, porque nelas não existe nenhum processo de pensamento, no sentido de julgar ou dar ordens. É um modo mais neutro e objetivo de ser. E você é essa consciência. 
 
Essa consciência desceu para o corpo que você tem agora, aquele no qual você vive neste momento. Preencha seu corpo com sua consciência, começando pelos seus pés. Deixe sua atenção fluir através de seus pés, sem nenhuma expectativa ou motivo. Seus pés gostam muito dessa atenção; eles se banham na sua consciência. Sinta a Luz fluindo pelas solas dos seus pés, pelos dedos e calcanhares. Sinta como a Luz o relaxa. Deixe-a subir um pouco enquanto focaliza sua atenção nos tornozelos, panturrilhas e joelhos, continuando a subir para as coxas, quadris e pélvis. Permita, então, que sua Luz flua pela área do seu abdome. Faça isso sem pressa, leve o tempo que for preciso para que se sinta realmente ancorado no seu corpo. Sinta a Luz da sua consciência fluir em suaves correntes, movendo-se em ondas por suas pernas e abdome. Sinta como sua mente começa a descansar e torne-se perfeitamente ciente de que você é consciência – você é Luz.
 
Se surgirem pensamentos, tome conhecimento deles do mesmo modo que tomaria conhecimento de sons externos, como o latido de um cachorro lá fora, por exemplo. Você não é o latido do cachorro e não é seus pensamentos. Você é a consciência que está atenta. Sinta o espaço aberto que é a sua consciência. Você é esse espaço, o espaço entre seus pensamentos, entre as diversas sensações e estímulos na sua cabeça e no seu corpo. Sinta como essa consciência é livre! Ela observa todas essas sensações e interage alegremente com elas. Quando sua Luz é bem descontraída e livre, quando ela se conecta francamente com o seu corpo, a sua parte terrena é alimentada. Esta é a Luz mais curadora que você jamais poderá receber, a Luz da sua própria alma, a sua própria consciência. Esta Luz tem poder curativo, portanto permita que ela flua para uma parte do seu corpo onde você tenha armazenado tensão, aquela parte que você reconhece que é um ponto vulnerável do seu corpo. Mais uma vez, sem julgamento e muito objetivamente, permita que a Luz flua até lá. É assim que o equilíbrio é restaurado.
 
Hoje quero falar sobre o fluxo do recebimento em sua vida. A forma mais profunda de recebimento é a aceitação de si mesmo como você é. Com a Luz que está em você, olhe para os seus aspectos humanos, seus sentimentos, suas emoções, seus medos ou sua teimosia. Envolva-os com esta Luz suave e objetiva. Só assim você cria o terreno fértil necessário para receber.
 
O desejo mais profundo de um ser humano é ser abraçado, tratado com carinho, reconhecido, envolvido nos braços de uma mãe incondicionalmente amorosa. Isto lhe dá segurança e tranquilidade. Nessa segurança, nesse repouso reparador, ele começa a irradiar sua Luz; ele é quem ele é naturalmente, como uma flor que surge do botão. Quando o terreno é fértil, o botão de flor nasce e começa a desabrochar naturalmente com seu brilho próprio.
 
Nesta vida, você deveria sentir esse amor incondicional por si mesmo. Isto é um grande desafio, porque o ser humano tem uma tendência arraigada de procurar o amor fora de si mesmo. O medo e a incerteza levam-no a buscá-lo no exterior.  Você tenta se alimentar de energias externas para se sentir satisfeito, abraçado e acolhido. Mas seu caminho é diferente. A instrução mais profunda e sagrada para você é que se aceite independentemente de influências externas, que abrace a si mesmo com essa Luz amorosa que você é. E isto inclui aquelas camadas mais profundas e escuras que você preferiria esconder e não deseja vivenciar. O elemento que lhe permite amar, aceitar e abraçar a si mesmo já se encontra dentro de você – é a Luz da qual falei acima, a consciência que você é. Sinta-a, por um instante, nas profundezas do seu abdome. É uma Luz que não é deste mundo e não é limitada pelo tempo, pelo espaço e nem pela forma. É uma Luz eterna que é completa e exclusivamente sua. Sinta a sua própria Luz.
 
Você permitiu que a Luz da sua consciência circulasse pelas suas pernas, subindo para a região da sua pélvis e abdome. Peço-lhe agora para levar a Luz mais para cima, para a área do seu plexo solar, que envolve o seu estômago. Permita que a Luz flua através dessa região de forma muito objetiva e calma. O plexo solar é um centro muito importante. Há poucos dias, eu falei sobre como você está agindo como intermediário entre o poder do Céu e o da Terra, entre o fluxo da sua alma e o do seu corpo. Seu plexo solar está literalmente no centro dessa interação. De certa forma, ele é o mediador. A personalidade terrena que você é encontra sua fundação aí.
 
Gostaria de lhe falar sobre essa personalidade terrena. Num certo sentido, a personalidade terrena é como um navegador que tem que lidar com muitas influências diferentes, e que deve integrar, de forma equilibrada, a inspiração do alto, da alma, com as forças emocionais da criança interior. O corpo terreno tem que captar tudo isso, junto com as influências externas: pessoas, situações e desafios.
 
Na última vez que conversamos, falei sobre dois tipos de influência que podem tirá-lo do equilíbrio e causar perturbações. Um é o medo, o outro é o controle, a vontade de manipular. Se observar agora o centro do seu plexo solar, poderá imaginar que ele é a sede do ego, a parte sua que precisa mediar entre todas essas influências e fluxos e agir neste mundo de tempo, espaço e forma material. Não vejo o ego como algo ruim. Vejo-o como uma necessidade. Ele é necessário neste mundo para equilibrar todos esses fluxos de energias diferentes, de modo que você possa se expressar aqui, neste ambiente terreno. Ele lhe permite dar e receber.
 
Em termos gerais, existem duas armadilhas para o ego, que está centrado no seu plexo solar. O ego pode se fazer pequeno demais ou pode se fazer grande demais. Quando se faz pequeno demais, ele se retira energeticamente para dentro do seu plexo solar e fica num estado tenso de medo, ansiedade e preocupação. Ele pensa constantemente que não consegue, que não é suficientemente bom, que precisa dos outros, e que é impotente.
 
Olhe para dentro de si mesmo para ver se reconhece esse tipo de ego. Veja se entre as principais influências que você encontra na vida – o poder da alma, os apelos emocionais da sua criança interior, as pressões do mundo externo – geralmente você tem a sensação de que tudo é demais para você. Veja se o seu ego evoca o medo e quer se esconder, ou se você tem dificuldade de ocupar seu espaço pessoal, ou se procura desculpas ou meios de escapar dessa realidade. Estas são características de um ego pequeno demais que é governado pelo medo, ou, às vezes, pode até ser traumatizado.
 
Mas existe também a possibilidade de um ego grande demais. Este também se faz sentir na área do plexo solar. Um ego muito grande parece um tanto inchado e forçado – ele quer demais. Um ego muito grande superestima sua capacidade de definir as coisas a seu próprio modo, de moldar e dirigir o mundo. Ele está constantemente pensando: “Preciso organizar isto, quero resolver, as coisas não vão funcionar sem mim.” Ele quer manter o controle e, deste modo, limita suas próprias possibilidades. Porque, quando o ego deseja exercer controle demais, ele fecha irrevogavelmente o fluxo de impulsos da alma. Quando você quer controlar demais as coisas, a partir de um ego inflado demais, é como se estivesse usando viseiras ou tivesse visão tubular. Inclusive, um ego grande geralmente tem pouca conexão com a criança interior. As emoções e os sinais emocionais que emergem da criança geralmente são ignorados ou vistos como incômodos demais. O ego quer avançar em direção às suas metas. Ele o mantém preso em sua visão tubular.
 
Olhe para dentro de si mesmo para ver se reconhece estas características. Veja se houve ocasiões em sua vida nas quais você se agarrou às metas do seu ego, com medo de abandoná-las.
 
Normalmente esses dois aspectos do ego são encontrados na maioria das pessoas. Pode acontecer que, para uns, haja mais ênfase nos aspectos do ego pequeno demais, enquanto, para outros, a ênfase esteja nas características do ego grande demais. Mas, seja qual for o seu caso, você acabará sendo cortado do seu coração, da sua alma e das suas emoções. O jeito de voltar ao seu centro, permitir a restauração do equilíbrio para a reabertura do canal com a alma e a criança interior, é olhar para si mesmo amorosamente e observar, de modo objetivo, o que você está fazendo. Está se alimentando com pensamentos depreciativos e opressivos? Você se diminui e depois cria uma estória em torno da ideia de que as coisas não podem ser de outro jeito e que está tudo bem assim?
 
Examine a estória em detalhes. Observe-a cuidadosamente para ver como essa estória é governada pelo medo, por um ego que não ousa ocupar um espaço pessoal, confiar em si mesmo e em sua própria força. Envolva esse ego com amor, compreensão e carinho.
 
Se o seu ego tende demais para o outro extremo, se ele se recusa a soltar e insiste em decidir e dirigir tudo, então se conscientize desse padrão de crença, mas faça isto com uma visão compreensiva e gentil. Ria da confusão que você cria quando se prende teimosa e obstinadamente a uma visão tubular. Deixe-se surpreender agradavelmente com novas possibilidades. Lembre-se que muitas vezes é uma virtude não saber alguma coisa e estar aberto para o novo.
 
Por que estou falando hoje sobre essas duas formas de ego desequilibrado? Porque isso é a chave para você ser capaz de receber o que a vida deseja lhe oferecer. Você se desconecta do fluxo de recebimento ao se fazer pequeno demais ou grande demais. Ao enxergar essas tendências em si mesmo e rir delas, você volta ao seu centro naturalmente. Sinta isso por um instante. Imagine que atrás de você ou ao seu lado está a sua alma, e que à sua frente ou ao seu lado está a sua criança interior. Sinta o poder grande e sábio da sua alma, que conhece muito mais do que você pode conhecer com sua mente humana. Confie nela!
 
Imagine que, no seu plexo solar, vive uma pequena figura, um homem ou uma mulher, uma figura que represente o seu ego, e olhe para ela muito objetivamente. Será que essa figura se põe à frente e tenta dirigir tudo? Ou será que ela recua porque tudo é demais, tudo é opressivo, tudo lhe faz sentir muito medo? Observe qual desses movimentos o seu ego é tentado a fazer… para frente ou para trás.
 
Finalmente, imagine que seu ego é equilibrado e que essa figura no seu plexo solar está numa posição ereta. Ela está conectada com a sua alma, com o Céu acima e com a Terra abaixo. Sinta o quanto isto é sustentador e libertador para o seu ego, para a sua personalidade. Tudo se torna mais livre e mais fluido. É um fluxo suave de amor incondicional. Permita que esse fluxo aconteça, e permita que ele o eleve.
 
© Pamela Kribbe  www.jeshua.net
 
Tradução: Vera Corrêa  www.jeshua.net/por

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...